Saiba quais veículos tiveram maior valor de revenda em 2020

Levantamento da Molicar/Autoinforme com 102 modelos de 20 marcas mostra que o grande campeão foi o Onix Plus, com 7,6% de depreciação

atualizado 01/12/2020 20:52

Foto: GM Mercosul/Divulgação

Boa parte dos brasileiros compra carro já pensando por quanto irá revendê-lo. Por isso, os índices de depreciação são tão debatidos e aguardados quanto resultado de um jogo de futebol. O destaque da 7ª edição do Selo Maior Valor de Revenda da Autoinforme (2020) foi Chevrolet Onix Plus – que teve 7,6% de desvalorização em um ano de uso.

Aliás, pelo terceiro ano consecutivo o campeão registrou perda na faixa dos 7% – o que derruba o mito de que o carro perde 20% ao sair da concessionária. Alguns poucos carros tiveram uma depreciação alta. Metade dos modelos submetidos ao estudo perdeu menos do que 13%. Nenhum chegou a 20% e apenas cinco acima de 17%. E 13 carros registraram este ano uma depreciação abaixo de 10%, segundo a Autoinforme.

Volvo XC60: dos híbridos, melhor valor de revenda

O estudo é feito com base no preço praticado no mercado e não no preço de tabela. E a referência é o preço pago pelo consumidor, não o praticado por profissionais, lojistas e concessionárias: nestes casos, está embutida a margem de lucro do operador, o que distorce o preço para o consumidor.

Em 2020, nove marcas – em quinze categorias – obtiveram a certificação, num universo que conta com mais de 50 montadoras e importadoras. O índice é o resultado da diferença do preço do carro zero em novembro de 2019 com o valor desse mesmo carro um ano depois, em outubro de 2020. Volkswagen e a Toyota ganharam em três categorias cada; a Honda e a Hyundai em duas. 


Os campeões

  • Volkswagen uP! (Entrada – 8,1%)
  • Renault Zoe (Elétrico – 9,9%)
  • Hyundai HB20 (Hatch compacto – 9,2%)
  • Volvo XC60 Hybrid (Híbrido – 9,8%)
  • Honda Fit (Monovolume/minivan – 9,4%)
  • Volkswagen Saveiro (Picape pequena – 15,1%)
  • Fiat Toro (Picape compacta – 13,7%)
  • Toyota Hilux (Picape média – 9,0%)
  • Hyundai HB20s (Sedã entrada – 12,9%)
  • Chevrolet Onix Plus (Sedã compacto – 7,6%)
  • Toyota Corolla (Sedã médio – 8,9%)
  • Honda HR-V (SUV entrada – 9,2%)
  • Jeep Compass (SUV compacto – 11,7%)
  • Volkswagen Tiguan (SUV médio – 10,9%) 
  • Toyota SW4 (SUV grande – 10,1%)

Últimas notícias