Rolou na 6ª: Bolsonaro coloca pastor presbiteriano no comando do MEC

Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) atualiza: Com 1.214 mortes em 24 horas, Brasil chega a 70.398 óbitos por Covid-19

atualizado 10/07/2020 21:41

Rolou nesta sexta-feira (10/7): o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) confirmou o pastor presbiteriano Milton Ribeiro como novo ministro da Educação. A pasta está sem titular desde que Abraham Weintraub deixou a chefia e se mudou para os Estados Unidos, enquanto aguarda ter o nome aprovado para ocupar um cargo no Banco Mundial.

Terrivelmente evangélico: parece ser esse o perfil de Ribeiro, que agradou em cheio à bancada evangélica no Congresso e tem conceitos bem conservadores, inclusive no que diz respeito à instituição família. Para ele, o homem é o responsável por “impor a direção que a família vai tomar”.

Parte do método defendido pelo novo ministro para se educar crianças inclui a defesa de que elas “sintam dor”. Em um vídeo de uma de suas pregações, ele incentiva que os pais apliquem castigos físicos como forma de obter a “correção necessária para a cura”.

“Talvez algumas mães até fiquem com raiva de mim, mas (a criança) deve sentir dor”, diz o pastor.

Veja outras notícias desta sexta:

Últimas notícias