Rolou na 3ª: explosão abala Beirute; ministro tem 48h para explicar dossiê

Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) atualiza: com mais 1.159 mortes, Brasil ultrapassa 95 mil falecimentos por Covid-19

atualizado 04/08/2020 22:57

Rolou nesta terça-feira (4/8): uma forte explosão foi registrada na região portuária de Beirute, capital do Líbano, em um local que seria usado como depósito de materiais químicos. Imagens publicadas nas redes sociais mostram o momento em que uma grande nuvem de fumaça encobre o céu. Até a mais recente atualização, pelo menos 78 pessoas morreram e cerca de 4 mil estão feridos.

Era por volta de 12h30 no Brasil, 18h no horário do Líbano, quando houve a explosão. Ainda não se sabe o que causou a catástrofe.

A explosão causou destruição em larga escala e atingiu janelas a quilômetros de distância. Ainda não há detalhes sobre o que teria sido o motivo da explosão.

E a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu um prazo de 48 horas para o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, prestar informações sobre o “dossiê antifascista”, relatório sigiloso com informações de cerca de 600 servidores públicos ligados a movimentos antifascistas.

A ação, da qual a magistrada é relatora, foi protocolada pela Rede Sustentabilidade e pede pela “imediata suspensão da produção e disseminação de conhecimentos e informações de inteligência estatal produzidos sobre integrantes do ‘movimento antifascismo’ e professores universitários”.

Também foi notícia:

Últimas notícias