RJ: Variante delta é encontrada em metade das amostras colhidas no Rio

Secretário de Saúde do Rio diz que variante delta foi identificada em 56,6% das amostras colhidas no último mês na cidade

Rio de Janeiro – A variante delta foi encontrada em 56,6% das amostras colhidas na capital do RJ no último mês. É o que informou o secretário municipal de Saúde do Rio, Daniel Soranz, na noite de domingo (15).

“Recebemos novos resultados de sequenciamento genômico do Laboratórios LNCC e UFRJ/LVM, que se somam aos demais resultados, demonstrando que a variante delta foi identificada em 56,6% das amostras colhidas no último mês. Evite se expor desnecessariamente, e use máscara”, postou Soranz nas redes sociais.

Na semana passada, um documento interno da Secretaria Estadual de Saúde (SES) do RJ revelou que o Rio é o “epicentro da variante Delta no país”. Com o diagnóstico, a secretaria solicitou novos leitos “com urgência” para internação de Covid-19.

O documento foi assinado pela superintendente de Regulação, Kitty Crawford e destinado à Subsecretaria de Atenção à Saúde na quinta-feira (12/8). Segundo G1, o despacho sugeriu mais leitos no Hospital Estadual Cruz, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

1/5
Prefeitura do Rio quer incentivar as pessoas a tomarem a vacina contra Covid-19
Vacinação contra a Covid-19
Vacinação contra a Covid-19 no Rio atinge 73%
Prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai em campanha de vacinação no Cacique de Ramos
Aumento de internações

Na manhã desta segunda-feira (16), o secretário de saúde do RJ, Daniel Soranz, afirmou  à “TV Globo” que as internações pela Covid-19 aumentaram na cidade. Atualmente, são 92% dos leitos de Covid-19 ocupados e 85% dos leitos de enfermarias.

O secretário disse que até pacientes curados permanecem internados em unidades de saúde, devido a sequelas. O número de internações, segundo ele, pode aumentar.

“O número de pessoas internadas vem subindo, cresceu em 10% nos últimos dias. A gente teve que reabrir novos leitos que tinham sido fechados. Temos uma taxa de ocupação relativamente alta nesse momento. Pode ser que a gente tenha um aumento ainda maior”, afirmou o secretário.