RJ: Castro faz homenagem a piloto que evitou resgate de bandido

"Lealdade, princípios e coragem não devem ser apenas prerrogativas dos heróis", escreveu o governador em sua página no Instagram

atualizado 22/09/2021 16:09

Reprodução

Rio de Janeiro – O governador Cláudio Castro classificou como heroísmo a reação do piloto e policial civil Adonis Lopes Oliveira, que frustrou uma tentativa de resgate de um criminoso preso no Complexo Penitenciário de Gericinó. Em uma postagem no Instagram, Castro parabeniza o servidor, que estava num voo comercial quando foi sequestrado por dois criminosos.

“Lealdade, princípios e coragem não devem ser apenas prerrogativas dos heróis; e sim elos que fortalecem uma sociedade livre, justa e solidária. Em nome de todo RJ, marco a nossa gratidão ao piloto Adonis Lopes, e de novo parabenizo o policial por sua garra e determinação”, escreveu o governador no post, ilustrado com fotos de Castro e Adonis.

0

 

Segundo a Polícia Civil, o objetivo do sequestro do helicóptero, que voava de Angra dos Reis, na Costa Verde, para o Rio, era resgatar um dos chefes do Comando Vermelho (CV), Márcio Gomes Medeiros Roque, o Marcinho do Turano.

A Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) transferiu o bandido após identificar que ele era o alvo dos criminosos na terça-feira (21/9). Ele deixou o presídio Vicente Piragibe e foi para Bangu 1, presídio de segurança máxima, no também Complexo de Gericinó, onde foi colocado em uma cela, isolado.

A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (Draco/IE) investiga o caso.

Últimas notícias