Restaurante é condenado por proibir cliente acima de 80Kg de usar cadeira

A mulher deve receber a quantia de R$ 2.500,00 para compensar o “gravíssimo prejuízo em sua esfera moral”

A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba manteve a decisão que condenou um restaurante ao pagamento de uma indenização, a título de reparação por danos morais, no valor de R$ 2.500,00, por conta do tratamento dispensado a uma cliente.

O caso é oriundo da 4ª Vara Cível da Comarca de Campina Grande (PB). A relatoria do processo foi da desembargadora Fátima Bezerra Cavalcanti.

Leia mais no portal T5, parceiro do Metrópoles.