Primeiro satélite brasileiro chega à órbita e já transmite dados

O equipamento faz parte da chamada Missão Amazônia, criada para fornecer dados de sensoriamento remoto e observar o desmatamento

atualizado 28/02/2021 8:56

Foguete com satélite brasileiro é lançado na ÍndiaInpe/Divulgação

O primeiro satélite brasileiro nomeado de Amazônia 1, lançado ao espaço às 1h54 (horário de Brasília) deste domingo (28/2), da Índia, chegou com sucesso à órbita, a 752 quilômetros de altitude da superfície da Terra. Quem anunciou a chegada foi Mônica Rocha, diretora substituta do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

O Amazônia-1 foi projetado, integrado, testado e operado pelo Brasil e faz parte da chamada Missão Amazônia, criada para fornecer dados de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na região amazônica, é a principal região que sofre com o desmatamento e queimadas ilegais.

O satélite foi desenvolvido pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e Agência Espacial Brasileira (AEB) – órgãos ligados ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. O lançamento ocorreu a partir do Centro Espacial Satish Dhawan, na cidade de Sriharikota, na província de Andhra Pradesh, na Índia.

0

Para o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, que acompanhou cada minuto do lançamento, o satélite representa uma parceria e junção de esforços entre os dois países, Brasil e Índia.

“Este momento representa o ápice desse esforço [de desenvolvimento do projeto], feito por tantas pessoas. Esse satélite tem uma missão muito importante para o Brasil. Essa parceria [Brasil e Índia] vai crescer muito. Portanto, muito obrigado pelo lindo lançamento, lindo foguete e por todo o esforço. As bandeiras representam exatamente o que estamos fazendo aqui hoje: uma relação cada vez mais forte”, disse Pontes.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) também fez menção, por meio de uma publicação no Twitter, ao lançamento do satélite. “Hoje, às 23:50, diretamente da Índia, lançaremos o Amazônia-1, o primeiro satélite 100% brasileiro”, disse o chefe do Executivo na publicação.

Últimas notícias