Por irregularidades, BR Distribuidora suspende venda e vai recolher gasolina de aviação

Lotes de combustível usado em aviões de pequeno porte estão fora dos parâmetro exigidos, informou a empresa

atualizado 03/02/2021 19:05

Reprodução

Após detectar que a gasolina de aviação vendida no Brasil está com “parâmetro fora dos limites de especificação”, a BR Distribuidora suspendeu a venda do produto e informou que vai recolher alguns lote do material já enviado a revendedores e devolver ao fornecedor.

Sem entrar em detalhes sobre o problema, a empresa, que é a única distribuidora do produto no Brasil, informou em nota que “está iniciando as ações para recolhimento do produto comercializado, devolução do lote armazenado e recebimento de novos lotes, e recomendou aos seus clientes diretos e revendedores que adotem as mesmas providências, de modo a restabelecer o abastecimento no menor tempo possível”.

A gasolina de aviação é usada em aviões de pequeno porte. Os jatos comerciais usam o querosene de aviação em seus tanques. A empresa informou que não deve faltar produto no mercado apesar do problema.

A BR Distribuidora informou ainda que “está colaborando com o levantamento que está sendo feito pelo fornecedor sobre a origem do problema” e que informou os órgãos reguladores, como a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), sobre o ocorrido.

Mais lidas
Últimas notícias