*
 

Um caso chocou a população de Uruburetama, cidade no interior do Ceará. Um bebê de 4 meses foi enterrado, na última quarta-feira (4/7), dentro de um armário de cozinha por falta de caixão. A imagem do velório foi divulgada nas redes sociais e viralizou.

Segundo o jornal Tribuna do Ceará, os moradores da cidade e a família responsabilizam a prefeitura da cidade.

À publicação, a secretária de Saúde do município, Nilzete Zeidan, informou que a solicitação do caixão para o bebê foi feito, mas houve atraso por parte da funerária. Uma nota enviada pela empresa afirmou que houve falha mecânica no carro que se deslocava para a residência onde se encontrava o falecido. “Devido à falta de sinal telefônico, o contato entre empresa, motorista e prefeitura ficou impossibilitado, o que causou atraso no procedimento.”