Weintraub bloqueia jornalistas: “Meu Twitter, minhas regras”

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, argumenta que seu perfil no Twitter é "pessoal". Na postagem, ele se descreve como um "democrata"

André Borges/ Especial para o Metrópoles

atualizado 24/02/2020 19:34

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, perguntou a seus seguidores, neste domingo (23/02/2020), se deveria bloquear alguns jornalistas.

Na postagem, o titular da Educação argumenta que é “democrata” e que crê “no pleno acesso à informação”. No entanto, ressalta Weintraub, sua conta no Twitter é “pessoal”.

O ministro postou uma captura de tela de seu celular, onde é possível ver alguns jornalistas que o seguem. Entre os profissionais de imprensa, estão Reinaldo Azevedo, da Rádio Band, Igor Mello, do portal UOL, Eliane Cantanhêde, colunista do Estadão e comentarista da GloboNews, e Chico Pinheiro, da TV Globo.

Instantes depois, o ministro fez novas postagens, dessa vez mostrando que havia bloqueado tais jornalistas e alguns mais. “E o resultado é: block geral! Eles [jornalistas] que virem seguidores do sem nome, do capiroto, do sete peles, etc! No Carnaval manterei a máxima de Meu Twitter minhas regras”, disse Weintraub.

Últimas notícias