TRE determina retirada de outdoors com fake news contra esquerda em Maceió

“Não vote em quem defende drogas” e “Não vote em quem ameaça seus filhos”, eram algumas das mensagens publicitárias

atualizado 17/10/2020 17:52

TRE determina retirada de outdoors com fake news contra esquerda em MaceióReprodução

O Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE-AL) determinou, na noite dessa sexta-feira (16/10), a retirada de propagandas feitas em outdoors na cidade de Maceió (AL) com ataques (leia-se fake news) à ideologia de esquerda.

As campanhas, segundo a revista Fórum, continham mensagens como “Não vote em quem defende drogas” e “Não vote em quem ameaça seus filhos”, além das seguintes expressões: “erotização infantil” e “sexualização nas escolas”.

A decisão foi tomada pelo juiz Ricardo Oliveira Jorge Cavalcante Lima, da 33ª Zona Eleitoral, que atendeu pedido feito pela candidata à Prefeitura de Maceió pelo PSol, Valéria Correia. Ela comemorou a decisão em uma rede social.

Segundo o juiz, o conteúdo veicula mensagens que “criam na opinião pública estado mental de repulsa às candidaturas de esquerda”, como forma de alavancar ilegalmente as candidaturas que não sejam de esquerda.

“Eis que utiliza de meio de propaganda irregular para a obtenção de alcance de visibilidade de suas propostas, ocasionando um desequilíbrio na disputa eleitoral, contrariando, assim, a intenção de nossos legisladores”, assinalou.

“O perigo do dano também está presente, pois a propagação de conteúdo eleitoral em mídia de ampla divulgação é rápida e de difícil restabelecimento”, prosseguiu o magistrado na decisão, segundo registro do portal UOL.

Últimas notícias