No G-20, Bolsonaro cita economia e diz que estava “certo” sobre pandemia

O presidente não falou sobre o número de mortos pelo coronavírus e ressaltou o "compromisso em trabalhar pelo crescimento econômico"

atualizado 21/11/2020 11:45

Bolsonaro diz que incêndios na Amazônia são feitos por índios e caboclosUN Web Tv

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), afirmou neste sábado (21/11) que o “tempo provou” que o caminho adotado pelo governo para lidar com a pandemia de coronavírus é o correto. A declaração foi gravada aos demais líderes da Cúpula do G-20.

“Desde o início ressaltamos que era preciso cuidar da saúde e da economia, simultaneamente. O tempo vem provando que estávamos certos”, disse.

Na breve fala, Bolsonaro não falou sobre as vítimas da doença. “Devemos manter firme compromisso para trabalhar pelo crescimento econômico e a liberdade de nossos povos e a prosperidade do mundo”, declarou.

Segundo Bolsonaro, “neste ano, enfrentamos desafios sem precedentes na história recente”. Ele afirmou que “a cooperação no âmbito do G-20 é essencial para superarmos a pandemia da Covid-19 e retomarmos o caminho da recuperação econômica e social”, afirmou.

Durante este sábado, Bolsonaro ainda vai fazer um discurso oficial ao grupo que se reúne de forma virtual. O encontro, porém, não será aberto à imprensa.

Últimas notícias