Lira propõe a criação de um fundo emergencial de combate à Covid-19

Os recursos já existentes seriam usados para programas assistenciais e de saúde, com emendas parlamentares e com o Orçamento

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), se reuniu, nesta terça-feira (2/3), com governadores para tratar do Orçamento de 2021 e de ações relativas à pandemia da Covid-19. Aos gestores, Lira sugeriu a criação do Fundo emergencial de combate à pandemia, com recursos já existentes.

O fundo, segundo o deputado, seria o somatório das despesas orçamentárias já existentes, que ficariam totalizadas numa contabilidade única, com a finalidade do enfrentamento à Covid-19. Os recursos seriam usados para programas assistenciais e de saúde, com emendas parlamentares e com o Orçamento Geral da União de 2021, que tramita na Comissão Mista de Orçamento.

“Seria uma iniciativa, eu sei, complexa, mas dada as circunstâncias, tenho convicção de que muitos atenderão ao chamamento de vossas excelências neste momento único de nossa história”, disse Lira.

Na ocasião, o presidente da Câmara sugeriu também aos governadores que articulassem com as respectivas bancadas estaduais para que as emendas parlamentares ao Orçamento de 2021 fossem destinadas “em sua totalidade” para o fundo de combate à pandemia.

O encontro ocorre em um dos momentos mais delicados da pandemia com diversos gestores anunciando novas medidas restritivas por causa da escassez de leitos em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Atitudes que levaram o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) a iniciar nova ofensiva contra os governadores. Diante disso, a reunião marca uma posição divergente de Lira em relação a Bolsonaro.

Os governadores Wellington Dias (Piauí), coordenador do Fórum Nacional dos Governadores, Mauro Mendes (Mato Grosso), Romeu Zema (Minas Gerais), Renato Casagrande (Espírito Santo), Renan Filho (Alagoas), Carlos Moisés (Santa Catarina) e Helder Barbalho (Pará) estiveram presencialmente no encontro.

A presidente da Comissão Mista do Orçamento, deputada Flávia Arruda (PL-DF), também participou da reunião.

Remotamente, participaram os governadores Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Paulo Câmara (Pernambuco), Eduardo Leite (Rio Grande do Sul), João Doria (São Paulo), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte), Camilo Santana (Ceará), Rui Costa (Bahia) e Ratinho Junior (Paraná).