Grupo de Bivar quer suspender Eduardo Bolsonaro do PSL

É preciso “salvar o Brasil dos filhos do presidente”, diz Junior Bozzella, do PSL-SP, um dos que assina o pedido, segundo a Folha de S.Paulo

Um grupo de deputados ligados ao presidente do PSL, Luciano Bivar, pretende apresentar neste domingo (20/10/2019) à sigla um pedido de suspensão de Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro. A requisição deverá defender, também, que o “03” seja levado ao comitê de ética da legenda – se punido, teoricamente, o hoje presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara pode ser expulso.

As informações são da colunista Mônica Bergamo, no jornal Folha de S.Paulo.

Segundo o deputado Junior Bozzella (PSL-SP), um dos mais próximos de Bivar, a direção executiva do PSL acatará a sugestão.

“Nós agora temos uma missão: salvar o Brasil dos filhos do presidente”, diz Bozzella. “Eles vão afundar o governo do pai deles e o país junto.”

Segundo o parlamentar, Eduardo “passou de todos os limites” ao tentar derrubar o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir, além de atacar o próprio partido e seus dirigentes em redes sociais.