Governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, é afastado. Vice assume

Tribunal Especial julgou o 1º pedido de impeachment contra governador. Com seis votos a favor do processo, ele será denunciado

atualizado 24/10/2020 8:17

O processo de impeachment contra o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), foi admitido na madrugada deste sábado (24), por volta de 1h30, em sessão do Tribunal Misto de Julgamento na Alesc (Assembleia Legislativa de Santa Catarina). Foram seis votos a favor da denúncia e quatro contra. Com o resultado, Moisés é denunciado e ficará suspenso do cargo de governador a partir de terça-feira (27/10).

Já na votação do processo contra a vice, Daniela Reinehr (sem partido), houve empate. A decisão de prosseguir com a denúncia ficou nas mãos do presidente do TJSC, desembargador Ricardo Roesler, que a rejeitou. Sendo assim, Daniela assumirá como governadora interina na próxima semana.

Saiba como foi a votação

O deputado Kennedy Nunes (PSD), relator da Comissão Mista do impeachment, foi o primeiro a se manifestar. Ele votou pelo prosseguimento da denúncia. Já o desembargador Carlos Alberto Civinski votou contrário.

Veja a matéria completa no NDMais, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias