Freixo sobre indicação de Oliveira: “Um compadre no Ministério”

Em post no Instagram, o parlamentar apontou que o indicado para substituir Sergio Moro é padrinho de casamento de Eduardo Bolsonaro

O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ) criticou a indicação de Jorge Oliveira, atual ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, para a vaga deixada pelo ex-ministro Sergio Moro.

Em uma publicação no Instagram, o parlamentar apontou que Jorge foi padrinho de casamento do também deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Jorge Oliveira, o mais cotado para assumir o Ministério da Justiça, foi padrinho de casamento do Eduardo Bolsonaro. Querem um compadre no MJ e um amigo do Carluxo [vereador Carlos Bolsonaro] no comando da Polícia Federal”, reclamou.

Freixo concluiu. “Não deixaremos que a polícia [Federal] seja transformada na guarda pretoriana do clã”, afirmou.

O deputado disse neste sábado (25/04) que vai apresentar uma ação na Justiça para impedir que o delegado Alexandre Ramagem assuma o comando da Polícia Federal.

Ramagem, atualmente diretor da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) foi chefe da segurança do presidente Jair Bolsonaro na o campanha eleitoral de 2018 e amigo do vereador Carlos Bolsonaro (Republicamos-RJ).