Dino anuncia auxílio para bares e restaurantes fechados em São Luís

O governo maranhense também pagará R$ 600 aos artistas que se apresentam nesses estabelecimentos que permanecerão sem funcionar

atualizado 12/03/2021 12:25

Flávio DinoReprodução/Facebook

O governo do estado do Maranhão anunciou, na manhã desta sexta-feira (12/3), que pagará R$ 1 mil por semana aos donos de bares e restaurantes da Ilha de São Luís, para que permaneçam fechados de 15 a 21 de março. A medida visa frear o avanço do contágio da Covid-19.

Além disso, Flávio Dino (PCdoB) também anunciou um outro auxílio no valor de R$ 600, que será pago a artistas que realizam shows nesses estabelecimentos. Na ocasião também foi declarado que templos e igrejas só realizarão atividades com até 30% da capacidade.

Os bares e os restaurantes dos quatro municípios da Ilha de São Luís terão que manter o fechamento na semana de de 15 a 21 de março, e apenas poderá funcionar em serviço de entrega.

O Maranhão tem a menor taxa de morte por Covid a cada 100 mil habitantes do país. Desde o início da pandemia, o governo local abriu cerca de 500 novos leitos no estado.

Ao realizar a coletiva para anunciar as novas medidas, Dino salientou que o valor é maior que o da nova parcela do auxílio emergencial federal de R$ 250 que vai ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em breve.

“Em razão do fechamento, nós resolvemos criar dois auxílios emergenciais estaduais, para evitar demissões ao longo desta semana, mesmo sendo uma atribuição do governo federal”, afirmou Flávio Dino a jornalistas.

Últimas notícias