Contra Joice, bolsonaristas fazem campanha #DeixeDeSeguirAPepa”

Hashtag ofendendo a ex-líder do governo e bolsonarista de primeira hora tinha mais de 32 mil postagens na tarde deste sábado no Twitter

O Twitter virou o ringue preferido dos integrantes do PSL. A troca de sopapos verbais não para na rede, e a principal envolvida desde sexta-feira (18/10/2019) – tanto desferindo quanto levando golpes – é Joice Hasselmann (PSL-SP). Ela incorreu na ira dos apoiadores do presidente Jair Bolsonaro após desagradar Eduardo Bolsonaro, o filho “03”, na disputa interna do partido pela liderança na Câmara.

Não bastou às hostes bolsonaristas que ela tenha sido derrubada da função de líder do governo no Congresso. Passou a sofrer uma avalanche de ataques nas redes sociais – e logo reagiu denunciando ser alvo de uma “milícia virtual”, com direito a robôs e pagamento em dinheiro aos “soldados”. A acusação parece ter deixado quase apopléticos os fãs de Bolsonaro (dos reais aos virtuais, dos mais calmos aos quase incontrolavelmente raivosos), que partiram para a tréplica: lançar a campanha com a hashtag ofensiva DeixeDeSeguirAPepa (referência ao desenho cuja personagem principal é uma porquinha mandona, até um tantinho insolente), para tentar esvaziar a proeminência da agora aparentemente arqui-inimiga no mundo virtual.

Na tarde deste sábado, a hashtag estava nos Trending Topics do Twitter, a lista de assuntos mais comentados na rede, com 32 mil postagens – e contando.

O “03” foi um dos bolsonaristas que alimentou a campanha.

Bancada ruindo
O deputado federal Luiz Lima (PSL-RJ) perdeu a vice-liderança do PSL na Câmara na noite de sexta-feira (18/10/2018). Da ala bolsonarista da bancada da sigla na Câmara, tornou-se o sexto integrante do grupo a sofrer algum tipo de punição pela parcela do partido que apoia Luciano Bivar, chefe da legenda há 25 anos.