Ciro reafirma críticas a Lula e diz que petista tem “egocentrismo político”

Pré-candidato à Presidência disse que petista “conspirou” pelo impeachment de Dilma e refez as críticas às gestões petistas

O ex-ministro Ciro Gomes, pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, divulgou vídeo nesta quinta-feira (14/10) no qual reforça a acusação de que Luiz Inácio Lula da Silva (PT) “conspirou” pelo impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), em 2016.

No vídeo, Ciro volta a falar em corrupção no governo Lula e incompetência do governo Dilma e diz que o ex-presidente tem como característica mais marcante o “egocentrismo político”.

“Repito: Lula, sim, foi o maior fator de desestabilização do mandato de Dilma. Ele fez isso de forma às vezes consciente e de forma às vezes inconsciente”, afirma o pedetista.

“Na verdade, o egocentrismo político sempre foi e continua sendo a característica mais marcante de Lula. Não é por acaso que o PT é hoje esse deserto de lideranças. Lula sabe que eu posso dizer isso porque poucos o conhecem tão bem quanto eu”, declara.

Ainda segundo Ciro, o PT está inseguro quanto à vitória nas eleições de 2022 e não respondeu à crítica de incompetência da gestão de Dilma.

Lula e Bolsonaro

Ciro Gomes, que vem tentando se viabilizar como “terceira via” para 2022, também se defendeu das acusações de que as críticas a Lula dão força a Bolsonaro.

“Com toda cegueira, oportunismo e soberba, ele [Lula] já começa a fechar acordo com esses mesmos personagens sombrios do passado. Que futuro, por acaso, ele estaria pensando para o Brasil? A reedição do Mensalão, do Petrolão, da rapinagem das nossas riquezas pelos abutres de sempre? Por isso, sofra o que sofrer, eu não deixarei um só minuto de combater os erros do PT e os erros de Bolsonaro. E jamais me intimidarei com a falsa cilada que diz que combater o PT é fortalecer Bolsonaro. Ao contrário, combater estes dois erros é fazer o bom combate a favor do Brasil.”