Ciro Gomes diz que Bolsonaro “saiu imitando a estupidez de Donald Trump”

O ex-governador afirma que o presidente age de forma "incompetente e genocida", em relação à pandemia: "E vamos pagar caro"

atualizado 31/07/2020 18:27

Ciro GomesVinícius Santa Rosa/Especial para o Metrópoles

O ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT) afirmou nesta sexta-feira (31/7), que a forma como o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), enfrenta a pandemia de coronavírus é “incompetente e genocida”. Ele criticou medidas tomadas pelo chefe do Executivo em meio à disseminação do vírus.

“É uma forma incompetente e genocida como Bolsonaro tem enfrentado a pandemia. Ele até hoje estimula aglomeração de pessoas. Ele não acredita na ciência. Saiu imitando a estupidez de Donald Trump [presidente dos Estados Unidos] e vamos pagar muito caro”, avaliou.

Ciro ainda citou a troca de ministros no Ministério da Saúde. Segundo ele, Bolsonaro “age como charlatão e comete crimes”. As declarações foram dadas em entrevista à CNN Brasil.

“Essa é uma atitude absolutamente irresponsável e genocida. Ele há de responder por esses crimes todos. Isso aqui ainda é um pedido de socorro para que a gente possa salvar 100 mil vidas”, falou.

O ex-governador ainda disse que Bolsonaro é um “boçal”, aliado às milícias. “O que aconteceu com o povo brasileiro para que, tendo votado por 30 anos no lado democrático, votar em um boçal despreparado e conectado com milícias como Bolsonaro?”, questionou.

Ele ainda disse que é necessário que a esquerda volte a dialogar com a população. “Ou a gente bota a mão na cabeça com humildade para nos reconectar com o povo brasileiro ou fica o PT chamando nosso povo de gado”, afirmou.

0

 

Últimas notícias