Câmara aprova MP que libera R$ 2,5 bi para compra de vacinas da Covax

Medida perde a validade nesta quarta-feira (3/3), não recebeu emendas e segue para votação no Senado Federal

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou em votação simbólica, nesta terça-feira (2/3), a Medida Provisória (MP) 1004/20, que libera crédito extraordinário de R$ 2,5 bilhões para o Brasil participar do consórcio Covax Facility, aliança internacional que tem como objetivo acelerar desenvolvimento e fabricação de vacinas contra a Covid-19.

Estes recursos destinados ao consórcio podem englobar o custo de compra de vacinas, tributos associados, prêmio de acesso, mitigação de risco e custos operacionais, inclusive por meio de taxa de administração.

O consórcio é conduzido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e outras entidades.

Esta medida perde validade nesta quarta-feira (3/3), não recebeu emendas e agora precisa ser aprovada no Senado Federal, oque deve ocorrer nesta quarta-feira.

1/4
O presidente Arthur Lira (PP-AL) presidiu os longos debates sobre a PEC Emergencial
Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira
Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados
No DF, a campanha contempla idosos a partir de 66 anos de idade