Bolsonaro vai a posto médico antes de iniciar agenda nesta segunda

Secretaria de Comunicação Social não informou quais os motivos da ida do presidente ao médico na manhã desta segunda-feira (6/12)

Antes de cumprir a agenda oficial desta segunda-feira (6/12), o presidente Jair Bolsonaro (PL) passou mais de uma hora no posto médico da Presidência da República, localizado no anexo do Palácio do Planalto. O chefe do Executivo federal saiu da residência oficial, o Palácio da Alvorada, pouco antes das 8h e ficou no posto médico até por volta das 9h45.

A agenda presidencial prevê compromissos a partir das 10h, sendo o primeiro deles uma reunião com o ministro Wagner Rosário, da Controladoria-Geral da União (CGU).

Antes de sair do Alvorada, Bolsonaro afirmou a apoiadores que teria um “compromisso urgente” e não poderia conversar por muito tempo com o grupo de simpatizantes.

Questionada pelo Metrópoles, a Secretaria de Comunicação Social da Presidência (Secom) não informou os procedimentos aos quais o mandatário se submeteu. Bolsonaro tampouco falou com a imprensa na saída do local.

Na última quinta-feira (2/12), Bolsonaro fez exames no hospital da Força Aérea Brasileira, antes de embarcar para agenda no Rio de Janeiro.

Em julho deste ano, apresentando uma crise de soluços e dores abdominais, Bolsonaro deu entrada no Hospital das Forças Armadas (HFA), em Brasília, e foi diagnosticado com obstrução intestinal. Acompanhado pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, o presidente foi transferido para São Paulo, onde fez exames complementares, mas não precisou passar por procedimento cirúrgico.

Os problemas intestinais de Bolsonaro são decorrentes do atentado a faca que sofreu na campanha presidencial de 2018.