Bolsonaro sobre férias de R$ 900 mil: “Vou pegar no cangote de alguém”

Presidente desconheceu gastos de período de recesso durante a virada do ano, quando passou as festividades no litoral de Santa Catarina

atualizado 01/03/2022 12:41

Bolsonaro dirige jet ski em SCReprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nessa segunda-feira (28/2) que desconhece que suas férias em Santa Catarina, realizadas no fim do ano passado, tenham custado R$ 900 mil. O valor da viagem foi revelado pelo jornal O Globo, que teve acesso aos gastos por meio de um pedido feito via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Bolsonaro foi questionado sobre o assunto durante entrevista à rádio Jovem Pan. Ele considerou o valor “um absurdo” e disse que se for verdadeiro vai “pegar no cangote de alguém”.

Na entrevista, o presidente  justificou que suas despesas não têm sido tão maiores quanto a de outros presidentes e disse que os gastos são pagos com o cartão corporativo.

“A questão de R$ 900 mil para Santa Catarina, eu acho uma coisa exagerada. Eu desconheço. Tem como levantar aí? Acho um absurdo. Se foi R$ 900 mil, vou pegar no cangote de alguém lá. Não tem cabimento. Eu fiquei, se não me engano, seis ou sete dias”, disse o presidente.

Bolsonaro passou sete dias em São Francisco do Sul (SC) durante as festividades de fim de ano. No período de recesso, ele andou de jet ski e visitou um parque de diversões. O presidente foi criticado por manter o passeio enquanto o estado da Bahia era atingido por fortes chuvas, que deixaram mais de 20 mortos.

Na entrevista dessa segunda, o presidente ainda disse que talvez não tire mais folgas. O presidente está passando o feriado de Carnaval no Guarujá, litoral paulista. “Talvez essa seja a última vez que eu devo sair de folga”, declarou.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

 

Mais lidas
Últimas notícias