Bolsonaro participa de cúpula da ONU sobre preservação da biodiversidade

Da última vez em que discursou no órgão, presidente afirmou que o Brasil é vítima de “brutal campanha de desinformação”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) participa, nesta quarta-feira (30/9), da Cúpula das Nações Unidas sobre Biodiversidade. O compromisso não consta na agenda do chefe do Executivo e, assim como ocorreu com o discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU, o pronunciamento nesse evento também foi previamente gravado.

A cúpula começou às 10h30 e a expectativa é de que o vídeo de Bolsonaro seja reproduzido no início da tarde.

A reunião da ONU em torno do tema biodiversidade tem como foco a degradação de habitat e extinção de espécies ao redor do mundo. A cúpula também trata da preservação ambiental em tempos de pandemia.

1/4
Presidente Jair Bolsonaro
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Fotos: Rafaela Felicciano/Metrópoles

“Somos lembrados de que, quando destruímos e degradamos a biodiversidade, minamos a teia da vida e aumentamos o risco de propagação de doenças da vida selvagem para as pessoas. Um investimento na saúde de nosso planeta é um investimento em nosso próprio futuro”, diz a cartilha de divulgação do encontro.

No centro de uma discussão internacional sobre a preservação da maior floresta tropical do mundo, o Brasil tem sido alvo de críticas, sobretudo de países europeus, sobre a forma como cuida da própria natureza.

Bolsonaro chegou a afirmar que o Brasil é vítima de “uma brutal campanha de desinformação” e que as críticas que seu governo recebe vem de concorrentes comerciais interessados em enfraquecer o agronegócio nacional.