Bolsonaro faz piada homofóbica: “Virei boiola igual maranhense”

Presidente se divertia, ao lado de apoiadores, com brincadeiras relacionadas à cor rosa do refrigerante que tomava

atualizado 29/10/2020 15:46

Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) fez uma piada de cunho homofóbico durante uma parada em um bar, em visita oficial ao Maranhão nesta quinta-feira (29/10). O chefe do Executivo fez uma parada não programada no município de Bacabeira (MA), tomou refrigerante e disse à pessoa que o estava servindo: “Agora eu virei boiola igual maranhense”.

A fala foi registrada em live transmitida pelo Facebook do próprio Bolsonaro e pode ser ouvida aos 10 minutos e 30 segundos de vídeo.

Bolsonaro tomava um guaraná de coloração rosa e brincou com a cor da bebida ao fazer a piada. “Olha o guaraná cor de rosa do Maranhão, ó. Quem toma esse guaraná aqui vira maranhense”, emendou. Rodeado de apoiadores, muitos deles sem máscara, o presidente também cumprimentou e tirou fotos com os frequentadores do bar.

0

Abraçado a simpatizante enquanto tirava uma selfie, o presidente continuou insistindo na piada. “Guaraná cor de rosa do Maranhão, fodeu, fodeu”, brincou.

Ao dono do estabelecimento, Bolsonaro fez outro gracejo: “tudo é de graça hoje?”. Pelo vídeo, não é possível ouvir se o proprietário respondeu.

Bolsonaro desembarcou na capital, São Luiz, não usava máscara e interagiu com uma multidão, dos quais muitos também não usavam a proteção facial. Depois, seguiu para Imperatriz (MA), onde participou da cerimônia de entregas do governo federal no estado.

Últimas notícias