Após apresentar sintomas, Bolsonaro testa positivo para coronavírus

Esse foi o quarto procedimento pelo qual o presidente foi submetido para verificar se contraiu o vírus. Os outros três deram negativo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) testou positivo para Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Esse foi o quarto exame do chefe do Executivo para verificar se está com a doença — os outros três haviam dado negativo.

“O resultado do teste de Covid-19 feito pelo presidente Jair Bolsonaro na noite dessa segunda-feira, 6, e disponibilizado na manhã de hoje, 7, apresentou diagnóstico positivo. O presidente mantém bom estado de saúde”, informou a Secretaria de Comunicação (Secom) da Presidência da República.

“Hoje baixou bastante a febre. Estou bem. Em comparação a ontem, estou muito bem. Queria até dar uma caminhada mas não vou, por recomendação médica”, disse. Na sequência, ele voltou a fazer uma defesa do uso da cloroquina como remédio contra a doença. “Da forma que ministraram a hiroxicloroquina. Poucas horas depois de aplicar, eu já estava bem”, disse.

Mesmo positivo para a doença e com a pandemia no auge, Bolsonaro fez nova defesa da abertura do país. “Todo mundo sabia que, mais cedo ou mais tarde, iria atingir uma parcela considerável da população, como, por exemplo, eu, se não tivesse feito o exame não saberia do resultado e ele acabou de dar positivo”, disse. “No meu entender houve um superdimensionamento”, prosseguiu.

1/11
Presidente se atrapalha ao colocar a máscara durante coletiva de imprensa
Igo Estrela/Metrópoles
Igo Estrela/Metrópoles
Hugo Barreto/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Presidente circulando de máscara pelo Palácio da Alvorada
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Sintomas

Nessa segunda-feira (6/7), Bolsonaro deixou o Palácio do Planalto no fim da tarde, às 17h42, e chegou ao Palácio da Alvorada por volta das 18h25. O trajeto entre os dois pontos costuma levar entre 5 e 10 minutos. Nesse intervalo, foi ao Hospital das Forças Armadas (HFA) para testar se contraiu o vírus.

Ao chegar ao Alvorada, Bolsonaro disse a apoiadores que teria de manter distanciamento social e que estava “evitando” contato, pois havia acabado de voltar do hospital.

“Tô evitando [contato] que eu vim do hospital agora, fiz uma chapa [raio-X] no pulmão, tá limpo. Fui fazer o exame da Covid agora há pouco, mas tá tudo bem”, disse.

Minutos antes das 22h de segunda, o Palácio do Planalto divulgou a seguinte nota: “O presidente Jair Bolsonaro realizou na noite de hoje teste de Covid-19 em hospital de Brasília. O resultado sairá nesta terça-feira (7/7). O presidente apresenta, neste momento, bom estado de saúde e está em sua residência”.

De acordo com a agenda presidencial, Bolsonaro se encontrou com pelo menos seis ministros do governo nessa segunda: Paulo Guedes (Economia), Braga Netto (Casa Civil), Jorge Oliveira (Secretaria-Geral), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e José Levi Mello (Advocacia-Geral da União).

1/10
O presidente participou de vários atos públicos ao longo dos últimos meses
Bolsonaro, sem máscara, fala com apoiadores
Bolsonaro esteve em um shopping do DF para renovar CNH
O presidente ficou bastante tempo sem usar máscara, apesar da obrigatoriedade
Myke Sena/Especial Metrópoles
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Bolsonaro cumprimenta apoiador em frente ao Palácio do Planalto
Rafaela Felicciano/Metrópoles
Bolsonaro e Malafaia fizeram uma live para orar pelo Brasil
Rafaela Felicciano/Metrópoles

Além disso, o chefe do Executivo recebeu, no gabinete no Palácio do Planalto, o presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), Marcos Heleno Guerson de Oliveira Junior, o vice-presidente da NTC&Logística, Roberto Mira, e o secretário especial da Cultura, Mario Frias.

Bolsonaro já fez outros três testes para detecção do novo coronavírus. Em maio, o jornal O Estado de S. Paulo entrou com uma ação na Justiça para ter acesso aos exames do presidente. O governo entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) laudos dos três exames, todos com resultado negativo.