*
 

O posicionamento da oposição contra a reforma da Previdência e o feriado de Carnaval evitaram votações na Câmara nos dois dias de trabalho de 2018. Nenhum projeto foi votado na sessão de terça-feira (6/2), que foi até 23h30, e nem nesta quarta-feira (7). O painel que registra as presenças dos parlamentares foi aberto antes das 7h, possibilitando que os deputados marcassem presença e depois pudessem viajar. A informação é do jornal O Globo.

Na terça, estavam na pauta diversas medidas provisórias. Na manhã desta quarta, foram pautados decretos legislativos. À tarde, com o plenário esvaziado, a sessão foi aberta apenas para discursos.

O recesso dos parlamentares começou em dezembro, antes do Natal, e só terminou na última segunda-feira. Agora, a nova folga irá até o dia 19.

Na segunda-feira, a cerimônia de abertura do ano legislativo foi prestigiada por poucos parlamentares. Segundo O Globo, no ápice da sessão, quando era lida a mensagem do presidente Michel Temer aos congressistas, apenas 75 deputados, de um total de 513, tinham registrado presença na Casa. O Senado não computou a frequência dos senadores no evento, mas na primeira sessão do ano, logo após a abertura dos trabalhos, só 12 dos 81 senadores bateram o ponto no plenário.