*
 

O líder do PT na Câmara, deputado Paulo Pimenta (RS), afirmou nesta quinta-feira (12/4) que a polícia do Paraná informou ter identificado o proprietário do local de onde partiram os tiros disparados contra ônibus da caravana do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo Sul do país. A ocorrência foi registrada em 27 de março.

Sem dar o nome do responsável, Pimenta afirmou que o homem identificado pela polícia já teria se envolvido em conflitos com integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e responde por crimes semelhantes ao praticado contra a caravana.

De acordo com o parlamentar, o PT está acompanhando a investigação e entende que os disparos devem ser tratados como “atentado”.

Em 5 de abril, resultado da perícia técnica da Polícia Civil do Paraná atestou que a caravana de Lula foi atingida por dois tiros de arma de fogo calibre 32. Os disparos perfuraram a lataria de um dos três ônibus da comitiva petista na rodovia PR-473, entre as cidades de Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul.

 

 

COMENTE

períciaptataqueprisão de LulaCaravana de Lula
comunicar erro à redação

Leia mais: Política