*
 

Após reunião de parte da bancada do PSDB com o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), o líder do partido na Câmara, Nilson Leitão (MT), disse que o futuro governo terá apoio para tudo que for alinhado com a “agenda tucana”. Entre os pontos levantados pelo parlamentar, estão reformas econômicas, como a da Previdência e a tributária.

“O governo Bolsonaro vai ter apoio para tudo aquilo que também é a agenda tucana. O que nos une, como a reforma previdenciária, tributária, pacto federativo, redução da máquina pública são temas que foram debatidos e é o que ele deseja”, declarou Leitão.

No entanto, o deputado não revelou se o PSDB fará parte da base aliada do presidente eleito. “A nossa defesa é que esse capital político que Bolsonaro terá de cara no início do mandato seja todo investido nas reformas que o Brasil precisa”, declarou o tucano.

Gracejo
Bolsonaro foi aplaudido pelos parlamentares tucanos que compareceram ao encontro. Ele pediu apoio ao partido e ouviu um gracejo de Leitão. O líder do PSDB na Câmara agradeceu o militar da reserva por ter vencido Fernando Haddad (PT) na corrida presidencial.

O PSDB viu sua bancada reduzir de 49 para 29 deputados no ano que vem. Será apenas o nono maior partido na Câmara, entre os 30 representados.

Veja imagens do encontro: