Presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública pede exoneração

O motivo foi a exoneração de Ilona Szabó do cargo de suplente do grupo, dois dias depois da nomeação

Reprodução / TwitterReprodução / Twitter

atualizado 01/03/2019 12:06

Renato Sérgio de Lima pediu exoneração do cargo de diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, no Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária. O motivo foi a exoneração de Ilona Szabó do cargo de suplente do grupo, dois dias depois da nomeação. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

A exoneração de Szabó aconteceu depois que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, recebeu uma onda de ataques nas redes sociais e de pressão do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Especialista em segurança pública, Szabó já criticou o pacote anticrime em artigo e também é contrária ao afrouxamento das regras de porte de armas. Militantes pró-Bolsonaro promoveram a hashtag #Ilonanão no Twitter.

Além do desconforto causado pelo episódio, Moro também recebeu ofício enviado por Lima onde afirmava ter renunciado ao cargo “em caráter irrevogável e em solidariedade” a Szabó. Para Lima, a exoneração do cargo colocou Szabó em situação constrangedora.

Autor do blog Faces da Violência, do jornal Folha de São Paulo, Lima é doutor em sociologia e ministra aulas no Departamento de Gestão Pública da FGV-Eaesp.

“Desejo sucesso nas atividades de prevenção e repressão qualificada do medo, da violência e da criminalidade, do Ministério da Justiça e Segurança Pública”, escreveu limas no ofício enviado a Moro.

No Twitter, Lima fez uma publicação sobre a influência das redes sociais, que, para ele, são uma “uma variável de poder e não podem ser descartadas”.

Últimas notícias