*
 

O Postalis informou nesta segunda-feira (5/9) que se colocou à disposição das autoridades e “tem todo interesse que os fatos investigados sejam esclarecidos com celeridade”. O fundo de pensão dos funcionários dos Correios, juntamente com Previ (dos funcionários do Banco do Brasil), Petros (da Petrobras) e Funcef (da Caixa Econômica Federal) é alvo da Operação Greenfield, comandada pela PF.

“Devido à operação, alguns serviços poderão estar indisponíveis ao longo do dia. Os Núcleos Regionais Postalis – NRP estão funcionando normalmente”, destaca o Postalis. A fundação disse ainda, em nota ao Broadcast, que após tomar ciência dos detalhes da investigação, fará novo pronunciamento.

 

 

COMENTE

Polícia Federaloperação greenfield
comunicar erro à redação

Leia mais: Política