*
 

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, admitiu a possibilidade de o apresentador Luciano Huck ser uma opção de candidato à Presidência para partidos do centro político.

Como o senhor avalia o nome de Huck como candidato?
É um nome popular, é um homem popular. É um outsider. Vem de fora para o processo político. Ele vai precisar ter uma malha de aliança de sustentação porque hoje não se consegue governar sem a ideia de governo de coalizão.

Um outsider consegue negociar com o Congresso?
Não tem ninguém que vai chegar à Presidência neste momento que poderá ter o Congresso alinhado com ele automaticamente. Isso não existe. Terá que fazer uma aliança de governo de coalizão, como tem agora com o presidente Temer. O presidente fez porque é necessário, Dilma fez, Lula fez.

É possível ele ser um candidato apoiado pelo governo?
Eu não digo que não. O que o presidente coloca é defesa do legado e da continuidade dos programas. Se ele aderir a essa tese, por que não?

 

 

COMENTE

padilhaHuck
comunicar erro à redação

Leia mais: Política