*
 

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, informou nesta quinta-feira (1/11) que iniciará a transição de governo com Sérgio Moro na próxima semana. Pela manhã, o presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), confirmou a indicação do juiz federal para a chefia do Ministério da Justiça e Segurança Pública de sua gestão.

Atualmente, juiz federal é responsável por julgamentos da operação Lava Jato em 1ª Instância. Em entrevista coletiva, Jungmann afirmou ter parabenizado Moro pela indicação em ligação telefônica logo após o anúncio de Bolsonaro.

“É alguém que tem todos os títulos, autoridade e legitimidade para ser ministro da Justiça. É um ganho tê-lo no Executivo”, declarou Jungmann. O atual ministro da Segurança Pública disse que dará toda a assistência para Sergio Moro.

Moro justificou que a escolha por aceitar a indicação é pela oportunidade de “consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior”.