*
 

Futuro ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro, Sérgio Moro optou por almoçar, na tarde desta quinta-feira (8/11), no bistrô Bom Demais, localizado no Centro Cultural Banco do Brasil de Brasília, onde funciona a coordenação da transição de governo. Os demais indicados para a nova Esplanada dos Ministérios decidiram almoçar fora da sede do governo de transição.

Não demorou muito até a presença do futuro ministro ser notada, após tantos dedos apontados em direção ao juiz. Moro sentou-se à mesa de número 17, o mesmo do partido de Bolsonaro, o PSL.

Ian Ferraz / Metrópoles

Isolado por seguranças, o que dificultou tietagens e pedidos de fotos, o juiz ficou aproximadamente 1 hora no local. Partiram dos garçons as reações mais animadas com a presença ilustre. Para a refeição, Moro pediu picadinho de carne com arroz branco e polenta cremosa, com molho de tomate. Para beber, Coca-Cola e um café expresso ao término da refeição.

Na saída, o magistrado falou rapidamente com jornalistas sobre a montagem do ministério. “Diversas reuniões, diversos assuntos… Complexo. Vou ficar devendo maiores detalhes”, despistou.

Moro retorna a Curitiba nesta quinta-feira (8). Antes, tem reunião com o atual ministro da Justiça, Torquato Jardim. Contrariando expectativas do próprio presidente eleito, o juiz federal Sérgio Moro optou por não ocupar um cargo formal na equipe de transição de governo. A justificativa é a condição de ainda se manter no posto de magistrado.