*
 

O novo presidente do DEM, ACM Neto, afirmou nesta quinta-feira (8/3) que o nome do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), poderá ser a “grande surpresa” das eleições deste ano. O partido lança à noite o deputado como pré-candidato à Presidência. “Maia pode ser o grande fato novo, a grande surpresa desta eleição”, disse ACM Neto, ao chegar para a convenção do DEM em Brasília.

O prefeito de Salvador minimizou o fato de Maia ter apenas um 1% das intenções de voto nas pesquisas. “Ele ainda é desconhecido porque ainda não é candidato”, avaliou.

De acordo com ACM Neto, a ideia é que Maia comece a viajar pelo País já na próxima semana. Ele, no entanto, disse que a agenda de candidato do presidente da Câmara não vai atrapalhar o andamento dos trabalhos legislativos.

ACM Neto também voltou a afirmar que, por ora, o partido não vai fazer uma aliança com o PSDB para apoiar a pré-candidatura de Geraldo Alckmin. “Neste momento, não cogitamos nenhuma possibilidade de apoiar o PSDB, mas o PSDB não é nosso adversário, Alckmin não é nosso adversário. Mais para frente, podemos conversar”, disse.

O prefeito de Salvador afirmou ainda que o DEM tem mantido conversas com diversos partidos que podem vir a apoiar o nome de Maia. “Temos conversado com PP, PHS, PSC, PR, Solidariedade. Só não estamos conversando com o PT”, afirmou.

Sem se comprometer com a defesa da reforma da Previdência durante a campanha, o novo presidente do DEM afirmou que esse será um tema inevitável nos debater eleitorais. O partido não incluiu as mudanças nas regras da aposentadoria no manifesto que lança nesta quinta.

ACM Neto também afirmou que vai decidir até o final da próxima semana se vai deixar a prefeitura de Salvador para disputar o governo da Bahia.