*
 

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva negou, em nota, ter solicitado ao Tribunal de Contas da União que analise o acervo de outros presidente, conforme noticiou na quinta-feira (29/9), o jornal O Estado de S. Paulo.

“O que os advogados de Lula defendem é a impossibilidade de se atribuir tratamento jurídico diferente ao seu cliente em relação aos demais ex-presidentes da Republica, a partir de 1991, quando foi sancionada a Lei nº 8.394, que dispõe sobre a preservação, organização e proteção dos acervos presidenciais.”

 

 

COMENTE

lulaDefesaTCUacervo
comunicar erro à redação

Leia mais: Política