José Guimarães: “Oposição usará tudo que puder para obstruir reforma”

Petista disse ainda que serão mantidos os nove destaques que foram apresentados ao texto da Previdência na comissão especial

Agência BrasilAgência Brasil

atualizado 08/07/2019 18:10

Integrantes dos partidos da oposição estão reunidos nesta segunda-feira (08/07/2019) na Câmara dos Deputados para discutir as estratégias que serão usadas na votação da reforma da Previdência no plenário da Casa.

De acordo com o deputado José Guimarães (PT-CE), a ideia é usar o chamado kit obstrução, que consiste em uma série de medidas previstas no regimento, mas que podem atrasar os trabalhos. “Vamos discutir qual será a estratégia, vamos usar tudo o que pudermos para obstruir”, assegurou o petista.

Guimarães disse ainda que a oposição manterá os nove destaques que foram apresentados ao texto na comissão especial. Eles terão que ser analisados um a um após a votação do relatório aprovado pelo colegiado na semana passada.

Na avaliação de Guimarães, é possível que a conclusão da deliberação sobre a proposta ocorra somente na semana que vem. Os deputados, no entanto, iniciarão o recesso parlamentar em 18 de julho.

Projeto
Guimarães ressaltou que a oposição não aceitará votar o projeto de lei que trata da antecipação de honorários periciais ao INSS na Justiça Federal que está na pauta da sessão desta segunda, porque a reunião de líderes que estava marcada para as 18h foi adiada para as 9h desta terça.

“Não vamos votar nada hoje (segunda), porque não é assim que se faz. Tem que discutir com os líderes antes o que será votado. Não pode se impor assim”, disse.

Últimas notícias