Governo publica decreto de incentivo ao turismo, mas exclui LGBTs

No mês passado, Jair Bolsonaro (PSL) causou polêmica ao afirmar que Brasil "não pode ser o país do turismo gay"

Giovanna Bembom/MetrópolesGiovanna Bembom/Metrópoles

atualizado 15/05/2019 18:23

O governo federal publicou um decreto que aprova o Plano Nacional de Turismo 2018-2021. A iniciativa, no entanto, não inclui o incentivo ao turismo LGBT, que fazia parte do texto. A medida foi divulgada nesta quarta-feira (15/05/2019), no Diário Oficial da União (DOU).

O decreto foi elaborado na gestão do ex-ministro do Turismo, Marx Beltrão, e assinado durante o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB). O plano previa “sensibilizar o setor para a inclusão das pessoas idosas e do público LGBT no turismo”. Com a mudança, elas se restringem ao público idoso.

No mês passado, Bolsonaro causou polêmica ao fizer que o Brasil “não pode ser o país do turismo gay”. Os turistas LGBT representam 10% dos viajantes no mundo e movimentam 15% do faturamento do setor, segundo dados do plano original.

Últimas notícias