“Está em jogo indulto a Lula e o fim da Lava Jato”, afirma Bolsonaro

Declaração foi dada durante sabatina da TV Record nesta terça-feira (14/8). Presidenciável foi o primeiro entrevistado pela emissora

Reprodução/TV RecordReprodução/TV Record

atualizado 15/08/2018 16:38

O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) participou nesta terça-feira (14/8) de sabatina na TV Record. A jornalistas, ele disse estar em jogo nas eleições de 2018 o fim da força-tarefa da Lava Jato e um possível indulto ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril em Curitiba (PR) por lavagem de dinheiro e corrupção.

“O que os grandes partidos querem é dar um indulto para o Lula. Os grandes, o Centrão… para (libertar) o Lula e o pessoal (preso) na Lava Jato. Isso seria compromisso do presidente eleito, não meu. O fim (da operação) vem sendo costurado pelos partidos”, suspeita Bolsonaro.

Embora tenha dito que todas as grandes siglas dariam o perdão ao ex-presidente, o único candidato a prometer a ação em público foi Guilherme Boulos (PSol), em entrevista à IstoÉ.

Na sabatina que durou 15 minutos, o militar da reserva falou sobre a funcionária fantasma de seu gabinete e temas recorrentes em entrevistas, como acusações de machismo e apologia ao estupro. Bolsonaro se manifestou ainda sobre o programa Bolsa Família. “Ninguém quer perseguir quem recebe o Bolsa Família”, disse o candidato, confirmando que pretende garantir maior fiscalização ao programa em sua eventual gestão na Presidência da República.

Próximos entrevistados
A lista de participantes da sabatina conta com mais sete postulantes: cabo Dacciolo, do Patriota, no dia 15; Guilherme Boulos, do PSol, no dia seguinte; Geraldo Alckmin, do PSDB, em 20/8; Ciro Gomes, do PDT, no dia 21; Henrique Meirelles, do MDB, dia 22; Alvaro Dias, do Podemos, no dia 24; e Marina Silva, da Rede, dia 27.

A data de 23 de agosto foi reservada para o “candidato do Partido dos Trabalhadores”. Ou seja, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso desde abril na Superintendência da Polícia Federal (PF), em Curitiba (PR).

Últimas notícias