DiCaprio faz planos para visitar a Amazônia em 2020

Ator norte-americano, alvo de ataques de Bolsonaro, quer apoiar o líder indígena Raoni Metuktire, também atacado pelo presidente

AP Images/InvisionAP Images/Invision

atualizado 29/12/2019 21:36

O ator norte-americano Leonardo DiCaprio faz planos de vir ao Brasil em 2020, de acordo com informações da coluna da jornalista Sonia Racy, do Estadão. De acordo com a jornalista, a visita faz parte de sua campanha em defesa da preservação da floresta amazônica.

O ator pretende se encontrar com o líder indígena Raoni Metuktire, considerado um ídolo pelo artista e ambientalista. DiCaprio quer demonstrar apoio à liderança indígena, atacada pelo presidente Jair Bolsonaro, em seu discurso na Organização das Nações Unidas (ONU).

DiCaprio também sofreu ataques feitos pelo presidente, que o acusou de financiar queimadas na Amazônia. O assunto ainda rende piadas em Hollywood. Os amigos do ator costumam brincar: “Você é um terror para a humanidade. Afundou o Titanic e incendiou a Amazônia”, ironizam.

O bate-boca entre o ator e o presidente brasileiro começou em agosto, quando Di Caprio se somou a críticas feitas, entre outros, pelo presidente francês Emmanoel Macron e pela ex-modelo Gisele Bundchen contra o aumento de queimadas na Amazônia brasileira.

Em novembro, Bolsonaro postou mensagem no Facebook endossando os ataques do filho Eduardo contra o ator, que foi responsabilizado pelos incêndios na região.

Em seguida, DiCaprio postou no seu Instagram que apoia o povo brasileiro “que trabalha para salvar seu patrimônio natural e cultural”, mas que não financia nenhuma ONG alvo de investigação no Brasil, embora as considere “dignas de apoio”. O ator prometeu, então, através de sua ONG Earth Alliance, ajudar instituições de defesa ambiental naquela área.

Últimas notícias