Categorias: Política

Deputado em SP, Arthur do Val, o Mamãe Falei, é expulso do DEM

Quatro dias após ser lançado candidato a prefeito de São Paulo pelo Movimento Brasil Livre (MBL), o deputado estadual Arthur do Val, o Mamãe Falei, foi expulso do partido pelo qual foi eleito, o DEM, após decisão da Comissão Executiva Estadual do partido. Crítico do governo João Doria (PSDB), que é apoiado pelo DEM, o deputado afirmou que “quem está perdendo é o partido”.

O deputado vinha fazendo críticas no plenário e nas redes sociais ao vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia, presidente estadual da legenda, e a figuras como o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também democrata. O governador Doria é tratado por Val como “lobista que vê São Paulo do helicóptero”.

O partido têm acordo com o PSDB para apoiar na capital paulista a candidatura de Bruno Covas à reeleição. Na mesa, estaria a concordância tucana para abrir mão da cabeça de chapa nas eleições estaduais de 2022 em favor de Rodrigo Garcia, uma vez que Doria se coloca como pré-candidato à Presidência.

A expulsão atendeu requerimento feito ao Conselho de Ética do partido, que recomendou a expulsão. A saída, assinada por 11 dirigentes do partido, foi decidida por unanimidade.

Val disse que não esperava a atitude do partido, mas que não se surpreendeu. “Desde que eu entrei, houve um desconforto, porque minha atuação é completamente independente, critico muito o governo Doria”, disse. “Eu fiz os discursos mais contundentes, acho que da história da Assembleia, contra o governador.”

Ele disse considerar que a decisão pela expulsão pode ser uma mensagem dos dirigentes democratas à base do partido, como um alerta para outros casos de posicionamentos diferentes daqueles determinados pelo DEM. “Mas não esperava que fossem me expulsar.”

O deputado disse que manterá o cargo (uma vez tem direito a isso) e que ainda mantém sua pré-candidatura à prefeitura. “Acho que o partido deu um baita tiro no pé. Primeiro porque, se eu conseguir outro partido, eles vão ter outro concorrente contra o Bruno. Segundo, que eu sou deputado mais votado do partido, sou jovem, não tenho nenhum histórico de corrupção, trago uma luz para o partido.”

Estadão Conteúdo

Últimas notícias

Planalto gastará R$ 4,2 mi com raio-X para segurança de Bolsonaro

Última compra do tipo ocorreu em 2016. Atualmente, estão disponíveis 23 aparelhos, mas alguns apresentaram falhas. Serão adquiridos 14 novos

28 minutos passados

É hoje! Acesse o Metrópoles e ganhe um iPhone 11 Pro de graça

A promoção vai até as 19h deste sábado. Para concorrer, basta acessar o Metrópoles

1 hora passados

TCDF confirma que fará concurso público para preencher 12 vagas

Informações referentes a salários, inscrições e escolaridade, entre outras, ainda serão divulgadas por meio de edital

1 hora passados

Revista Traços faz campanha de crowdfunding para próxima edição

A publicação busca ajuda para realizar a 35ª edição, tanto para a impressão quanto apoio aos Porta-Vozes da Cultura

1 hora passados

Mãe de Gabriela Pugliesi, Vera Minelli conversa com a coluna

Dona de uma energia sem igual e sempre com sorriso no rosto, a musa revelou dicas de sua rotina durante…

1 hora passados

Criado para reclamações, Reclame Aqui é alvo de queixa na Justiça

Ofício enviado à Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça pede avaliação "da imparcialidade" da ferramenta

1 hora passados