*
 

A deputada Cristiane Brasil (PTB-RJ) usou o Instagram para celebrar a indicação do juiz federal Sérgio Moro para chefia do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Usando caixa alta no texto, a parlamentar exaltou o magistrado, a quem chamou de “ídolo”. Mas, nos comentários da publicação, Cristiane trocou insultos com seguidores.

Investigada por participação em uma suposta organização criminosa que atuava na concessão fraudulenta de registros sindicais junto ao Ministério do Trabalho, a parlamentar disparou críticas a opositores de Moro e do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL). Além disso, desdenhou o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa.

“Quero vê-lo [Sérgio Moro] no Executivo, mas principalmente no STF”, escreveu Cristiane Brasil lembrando a possibilidade do juiz federal ser indicado por Bolsonaro à Corte. “Chega de assistirmos crimes contra a Constituição desse país para proteger criminosos ou interesses dos camaradas”, completou.

Um seguidor da deputada comentou, então, que ela e o pai, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, “não passavam de dois corruptos”. “Você é o famoso quem pra julgar alguém? É juiz? Não. É apenas um mal amado. Paz e luz”, respondeu Cristiane.

Outra seguidora continuou a cutucar a parlamentar: “Toma cuidado, deputada. Não vai ter mais foro privilegiado”. Na eleição deste ano, a deputada não conseguiu se reeleger. Na sequência da discussão, Cristiane chamou um seguidor de “otário”.

Veja, abaixo, a publicação da deputada: