*
 

O ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS-PE), afirmou nesta segunda-feira (7/8) que o acordo entre os governos federal e da cidade de São Paulo para a criação do Parque Campo de Marte é uma mostra da capacidade de diálogo do presidente Michel Temer (PMDB-SP). “O presidente Temer prega a conciliação nacional, é o norte deste governo”, disse o chefe da pasta. “Espero que isso sirva de exemplo para superar impasses burocráticos no país.”

Jungmann participou da cerimônia de assinatura do protocolo que regulariza a transferência de 40 hectares do Campo de Marte, localizado na zona norte de São Paulo, à administração municipal. O evento ocorre na sede da Prefeitura paulistana, no centro.

Além dele, participam do ato o presidente Temer, o prefeito João Doria (PSDB), os ministros Torquato Jardim (Justiça), Mendonça Filho (Educação) e Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo)

O ministro da Defesa também elogiou o prefeito da capital paulista. “É fundamental ao homem público a urgência dos problemas, como tem demonstrado o prefeito Doria”, declarou.

Protestos
Cerca de 50 pessoas portando bandeiras e faixas de movimentos sociais ligados ao Partido dos Trabalhadores (PT) protestaram contra Temer em frente à Prefeitura de São Paulo. Usando um microfone, os grupo grita palavras de ordem como “fora Temer” e “Temer ladrão”.

O presidente participa, no prédio da prefeitura, de cerimônia para assinatura de termo que repassa o Campo de Marte para a Prefeitura de São Paulo.

 

 

COMENTE

Michel TemerSão PauloRaul Jungmann
comunicar erro à redação

Leia mais: Política