Deputados do PSL, que garantiram os dois primeiros lugares na fila da Comissão de Constituição Cidadania e Justiça (CCJ) nesta segunda-feira (15/04/19), vão apresentar um requerimento pedindo prioridade ao debate das matérias que estão na pauta no colegiado.

A estratégia, como o Estadão/Broadcast adiantou mais cedo, é garantir que a comissão comece os trabalhos pelas matérias em pauta, pulando a etapa de leitura de ata de reuniões anteriores, o que atrasaria o andamento da reunião.

Isso não deve evitar, no entanto, que parlamentares dos partidos de centro peçam, na sequência, a inversão de pauta para que a proposta de emenda constitucional do Orçamento impositivo seja analisada antes do que a da reforma da Previdência.

A tendência, neste momento, é que haja votos suficientes para inverter a pauta, com os partidos de centro e oposição. Se isso acontecer, o debate sobre a reforma da Previdência só será iniciado após a votação da PEC do Orçamento, o que torna o cronograma incerto.

Os deputados Loester Trutis (PSL-MS) e General Girão (PSL-RN) garantiram o primeiro e o segundo lugar, respectivamente, na ordem para apresentar requerimentos no colegiado ao chegar na Câmara antes das 7h. Eles se adiantaram mais de 7 horas do início da sessão, marcada para as 14h.