*
 

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, encerra nesta quinta-feira (8/11) sua primeira passagem por Brasília após a vitória na disputa pelo Palácio do Planalto. A expectativa é que ele se reúna com parlamentares e apoiadores na sede do governo de transição, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), durante a manhã. Entre os compromissos do dia, está previsto o encontro com a futura ministra da Agricultura, a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS).

Ainda no CCBB, haverá reunião da equipe econômica, liderada por Paulo Guedes, anunciado ministro da Economia na gestão de Bolsonaro. Segundo assessoria do governo de transição, o tema será privatizações, mas a reforma da Previdência deve ser incluída nas discussões. Depois do almoço, o grupo vai discutir os ajustes fiscais que o novo governo pretende implantar.

A previsão é que o Jair Bolsonaro retorne ao Rio de Janeiro à tarde. Na capital fluminense, deve voltar a se recolher em casa, em um condomínio na Barra da Tijuca.

A viagem provavelmente será ao lado dos filhos Flavio (eleito senador pelo Rio), Eduardo (reeleito deputado federal por São Paulo) e Jair Renan. Desta vez, o vice, general Hamilton Mourão, não deve acompanhar o presidente eleito. No voo de ida a Brasília, eles contrariaram uma recomendação de segurança e viajaram juntos.

Ainda não há uma data confirmada para o retorno de Bolsonaro e Mourão à capital federal. Mas eles podem retornar à cidade no próximo dia 14, quando o governador eleito do DF, Ibaneis Rocha (MDB), oferecerá um almoço aos governadores eleitos em outubro.