*
 

O presidente eleito Jair Bolsonaro usou sua conta no Twitter neste sábado (1º/12) para ironizar as críticas feitas a ele pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em carta enviada na sexta-feira (30/11) aos petistas, que estavam reunidos em Brasília. Na postagem, Bolsonaro insinua que Lula estaria isolado na prisão após o fim das eleições. “Acabaram as eleições e as visitas íntimas na prisão diminuíram!”, postou o presidente eleito.

Na carta, o petista disse que Bolsonaro chegou ao Palácio do Planalto com a ajuda do “Departamento de Estado norte-americano e do governo Trump”. Além disso, Lula disse que o presidente eleito teve o apoio do “que há de mais atrasado no Congresso Nacional”.

“Jair Bolsonaro se apresentou ao país como um candidato antissistema, mas na verdade ele é o pior representante desse sistema. Foi apoiado pelos banqueiros, pelos donos da fortuna; foi protegido pela Rede Globo e pela mídia, foi patrocinado pelos latifundiários, foi bancado pelo Departamento de Estado norte-americano e pelo governo Trump, foi apoiado pelo que há de mais atrasado no Congresso Nacional, foi favorecido pelo que há de mais reacionário no sistema judicial e no Ministério Público, foi o verdadeiro candidato do governo Temer”, disse Lula, no texto.

Na carta, Lula alerta os petistas sobre o presidente eleito: “Jair Bolsonaro tem um único propósito em mente, que é continuar atacando o PT. Ele não desceu do palanque e não pretende descer.”

Formatura
Neste sábado, o presidente eleito também parabenizou, pelo Twitter, os formandos da Academia Militar das Agulhas Negras. Ele participou da solenidade na manhã deste sábado.