Bolsonaro comemora “volta à normalidade” das funções intestinais

Presidente está internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para se recuperar de uma cirurgia no intestino

Reprodução/Presidência da RepúblicaReprodução/Presidência da República

atualizado 04/02/2019 15:10

Enviada especial a São Paulo (SP) – Depois de passar mal no hospital e colocar uma sonda no nariz, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) compartilhou em sua conta no Twitter um vídeo fazendo exercícios numa bicicleta ergométrica na manhã desta segunda-feira (4/2).

“Funções voltando à normalidade e fisioterapia contínua nos fortalecendo para que possamos voltar o mais rápido possível às atividades rotineiras com plena força”, declarou na postagem.

Bolsonaro está internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, onde foi submetido a uma cirurgia no intestino no dia 28 de janeiro. No procedimento, foi retirada a bolsa de colostomia que ele usava desde o atentado à faca sofrido na campanha eleitoral, em setembro de 2018. Durante a internação, ele vem exercendo as funções do Excecutivo de um gabinete improvisado na antessala do quarto no qual se recupera.

Saúde do presidente
O mais recente boletim médico do hospital, divulgado por volta das 17h do domingo (3/1), informou que o presidente passou por uma tomografia de abdome que descartou complicações cirúrgicas.

“Encontra-se no sexto dia de pós-operatório, com evolução clínica estável. Está sem dor e sem sinais de infecção”, diz o relatório. Bolsonaro continuava usando sonda no nariz e em jejum oral, fazendo fisioterapia e com visitas restritas.

Comando do país
Jair Bolsonaro exerce a Presidência da República do leito hospitalar desde o dia 30 de janeiro. As recomendações médicas são para que o presidente evite receber membros do governo no hospital e se comunique com ministros por videoconferência. Contudo, o presidente também já despachou pessoalmente.


Procedimento cirúrgico

O procedimento realizado no dia 28 de janeiro foi comandado pelo médico gastroenterologista Antonio Luiz Macedo. O presidente da República está internado desde o dia 27 e deve permanecer no hospital até sua completa recuperação. Até o dia 29 de janeiro, o general Hamilton Mourão comandou o Palácio do Planalto como presidente em exercício.

Ataque
Essa foi a terceira vez que o presidente passou por uma cirurgia desde quando levou uma facada na barriga, no dia 6 de setembro de 2018. O atentado aconteceu durante agenda da campanha presidencial em Juiz de Fora (MG). Adélio Bispo, responsável pelo crime, foi preso minutos depois e está detido no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande (MS).

Últimas notícias