Acusada de gordofobia, Zambelli tenta recuar: “Desculpa às gordinhas”

Em tentativa frustrada de se desculpar no Twitter por comentário da véspera, parlamentar recebe nova onda de críticas dos seguidores

Hugo Barreto/MetrópolesHugo Barreto/Metrópoles

atualizado 18/07/2019 16:58

A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) tentou se desculpar com os seguidores pelo Twitter, nesta quinta-feira (18/07/2019), após reclamar de o Instagram ter retirado a visualização de curtidas dos posts. Em post na noite de quarta-feira (17/07/2019), a parlamentar disse que a atitude da rede social era “para a gorda feminista do cabelo roxo não ficar deprimida ao ver o desempenho da coleguinha na rede”.

Ao pedido tradicional de quem se vê enrascado – “Se alguém se sentiu atacado ou ofendido, me desculpo” – seguiu-se, no entanto, mais uma investida: “Já me desculpei se ofendi as gordinhas, até porque não sou nenhuma Olívia Palito”.

No pedido de desculpas, a parlamentar diz deixar claro que não teve intenção de ofender ninguém em particular e se dirigiu aos que se sentiram diretamente atingidos.

Teste
O Instagram começou a testar o fim das curtidas no Brasil a partir desta quarta-feira (17/07/2019).

Os números de curtidas em fotos e as visualizações de vídeos estão sendo ocultados. O objetivo, segundo a empresa, é que não exista competição entre os usuários do Instagram.

O Brasil não é o primeiro país a passar pelo teste. No Canadá, desde maio de 2019, os usuários já experimentam a mudança. Por lá, os resultados foram positivos, mas a empresa defende que a expansão da experiência é necessária para avaliar melhor a mudança antes que uma atitude definitiva seja tomada.

Últimas notícias