65% das obras comemoradas por Bolsonaro no Twitter são de antecessores

Das 44 postagens sobre 21 empreendimentos e ações concluídos pelo atual governo, apenas 35% foram de autoria do presidente da República

Carolina Antunes/PRCarolina Antunes/PR

atualizado 24/05/2019 23:26

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem anunciado, desde a campanha eleitoral, que um dos pilares de seu governo para melhorar a infraestrutura no país seria a privatização. Dentro dessa iniciativa estão os leilões de portos e aeroportos, além da conclusão de obras inacabadas. Paralelamente a isso, o atual presidente tem como uma de suas principais marcas as duras críticas aos seus antecessores – sobretudo aos petistas.

Os dois assuntos se cruzaram, entretanto, nas suas publicações no Twitter. Desde o início de seu mandato até o último dia de abril, em ao menos 44 postagens Bolsonaro comemorou 21 realizações do Ministério da Infraestrutura. De todas elas, apenas sete foram iniciativas da gestão atual. Todas as outras tiveram início nos três governos anteriores: Lula (PT), Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (MDB). Dessa forma, um total de 65% das comemorações citaram obras dos amplamente criticados antecessores do capitão.

Michel Temer deu início a nove dessas obras e leilões. Na sequência, aparecem o ex-presidente Lula, com quatro, e Dilma, com apenas uma. A reportagem considerou as postagens de janeiro a abril, desconsiderando o mês de maio.

Confira:

Últimas notícias