Português é preso em BH após aplicar “golpe das panelas”

Suspeito alegava que vendia panelas oriundas da China por valores que chegavam aos R$ 3 mil a R$ 4 mil, alegando serem de aço ou prata

Suspeito alegava que precisava vender panelas oriundas da China, por valores acima de R$ 3 mil ou R$ 4 mil, alegando serem de aço ou prataDivulgação: PCMG

atualizado 14/04/2020 12:46

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nessa segunda-feira (13/04), um homem de 68 anos, natural de Portugal, pelos crimes de estelionato na região da Savassi, em Belo Horizonte (MG).

O suspeito foi localizado próximo a uma drogaria, após ter abordado diversas vítimas vendendo panelas por valores muito acima do praticado no mercado.

Segundo apurado pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), ele seria especialista em aplicar o “golpe das panelas”.

O suspeito alegava que precisava vender panelas oriundas da China, por valores que chegavam nos R$ 3 mil a R$ 4 mil, alegando serem de aço e prata. Quando as vítimas chegavam em casa, contudo, constatavam que o material era falsificado e de péssima qualidade.

O português residia em um apart-hotel de luxo na região da Savassi. No local, foram apreendidas panelas, aparelhos celulares e uma máquina de cartão de crédito.

Após a ratificação do flagrante, foi determinada a apreensão do passaporte europeu do suspeito. Ele irá cumprir prisão domiciliar e deverá comparecer aos atos do processo, uma vez que é maior de 60 anos e tem hipertensão arterial.

Últimas notícias